Blog

COMO POSSO EVITAR O PAGAMENTO EM DOBRO DAS FÉRIAS DA DOMÉSTICA?

COMO POSSO EVITAR O PAGAMENTO EM DOBRO DAS FÉRIAS DA DOMÉSTICA?

Olá Empregador Doméstico, como vai?

A época de festas de final de ano se aproxima e você já está programando as Férias da sua família. É momento de relaxar e esquecer a rotina e os problemas vividos durante o ano. Porém, você não pode se esquecer que a sua Doméstica também tem direito à Ferias. E, talvez, conceder a ela tirar o período de Férias no mesmo momento que você, seja uma boa opção. E, para que você não pague as Férias em dobro, por ter deixado vencer as Férias da sua funcionária, temos dicas importantes para lhe deixar mais atualizado. Vamos entender juntos um pouco mais sobre o que são as Férias e como isso funciona para a categoria doméstica.

Como funciona as Férias?

Todo trabalhador ou empregado, que tenha vínculo empregatício, tem direito a tirar um período de Férias após 12 meses de trabalho. Este período é de 30 dias. O ciclo recomeça a cada 12 meses trabalhados, sendo que 2 períodos não podem vencer. O profissional doméstico precisará tirar as suas Férias de acordo com o atual ordenamento jurídico que desde já lançamos destaque a lei complementar 150/2015. Pagamento das Férias

Conforme mencionamos acima, não é porque você estará em férias que poderá dar férias a sua empregada doméstica. É necessário que tenha um aviso de férias formalizado de 30 dias. Já decidido o período de férias, fique atendo ao pagamento das mesmas isso porque você deverá efetivar com antecedência a data da saída das férias sob pena de multa. Por cautela, lembramos que as férias correspondem a remuneração mensal da funcionária + 1/3 constitucional.

O que é o pagamento das Férias em dobro?

Quando o empregador deixa vencer dois períodos aquisitivos sem o gozo das mencionadas férias pagará o valor das Férias em dobro. Ela gozará os mesmos 30 dias, porém receberá em dobro

-->